Header Ads

Brumado: A pedido do MP, prefeitura exonera servidores por nepotismo

A Prefeitura Municipal de Brumado exonerou 12 servidores na última sexta-feira (19), a partir de uma recomendação do Ministério Público da Bahia para coibir nepotismo na cidade. Outros dois servidores continuam trabalhando, mas foram afastados de funções de confiança que ocupavam. A recomendação foi expedida no último dia 9 pelo promotor de Justiça Ruano Fernando da Silva Leite. Ele pediu que o prefeito anulasse as contratações de Rodrigo Cunha de Vasconcelos e de Fabrícia Pinchemel Amorim Castro, bem como de todos os agentes públicos que fossem cônjuges, companheiros ou parentes em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, do prefeito, do vice-prefeito, dos vereadores ou de servidor investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargos de confiança ou de função gratificada na administração pública municipal. O MP recomendou ainda que se evite a formação de novos contratos, designações ou nomeações que não atendam às restrições.
Postar um comentário