Header Ads

Opinião: vereadores protagonizam momento vergonhoso e épico em Ponto Novo

Por Josimar Ferreira
Em uma noite de quarta-feira, primeiro dia do mês das festas, das quadrilhas juninas, os vereadores de Ponto Novo foram os atores de momentos vergonhosos diante de poucas pessoas na Câmara. Como não fora divulgado, a população nem sabia que nessa noite seriam votadas as contas do prefeito Adelson Maia, exercício 2014, que foram tecnicamente rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios.

O parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Seguridade Social, assinado por três vereadores, já opinava pela aprovação, descaracterizando todos os argumentos dos técnicos e profissionais do Tribunal de Contas. Foi apenas o início da vergonha.

Na sequencia o prefeito Adelson fez uso da palavra e reiterou o parecer da comissão, alegando que em outros municípios os mesmo erros foram cometidos, mas, segundo ele, o TCM aprovou as contas.

Logo em seguida o parecer foi posto em votação, e o que se viu foram alguns vereadores fazendo o papel ridículo de advogado do gestor, só que, sem a menor capacidade de questionar a decisão e o parecer do TCM, uma vez que nenhum deles tem a formação técnica dos profissionais que emitiram o parecer pela rejeição. Arnóbio Carneiro, Robério Santos, David Porcino, Carlos Luciano, Michel Jonathan, Miguel dos Santos, Manoel Roberto e José Guirra votaram pela aprovação. Alisson Rodrigo não compareceu, mas fez parte da comissão que elaborou o parecer.

Faço aqui algumas pergunta simples e objetivas: Não foram os mesmos vereadores que em 2014 rejeitaram as contas de 2012, de responsabilidade do ex-prefeito Marcos Silva, que também foram rejeitadas pelo mesmo Tribunal de Contas? Porque esses mesmos vereadores, na votação das contas de 2013, que foram aprovadas com ressalvas pelo TCM, votaram pela aprovação e argumentaram que estavam seguindo o que opinou o Tribunal e pensaram diferente em relação as de 2014? Nossos vereadores são mesmo capazes de contradizer o que afirmam contadores, auditores e peritos do Tribunal de Contas? O que fez com que esses mesmos vereadores mudassem de opinião em relação a 2012?

São perguntas que não ofendem, mas que a sociedade pontonovense queria saber a resposta de cada um dos vereadores que, além de aprovarem contas rejeitadas pelo TCM, alguns ainda parabenizaram o prefeito pela proeza das contas rejeitadas "por ajudar o povo". Vale ressaltar que se essas contas fossem rejeitadas pelos vereadores, o prefeito Adelson ficaria, assim como Marcos Silva, inelegível, pelo mesmo motivo.

Gostaria de saber dos vereadores que protagonizaram esse momento vergonhoso e inédito em Ponto Novo, o seguinte: no momento em que vossas excelências proferiam seus votos, quem os senhores estavam representando: as pessoas que confiaram em vocês e lhes elegeram, ou o prefeito que estava lá, sentado, de olho em vocês?

Finalizo reiterando a vergonha que senti ao ver o vereador que elegi se prestando àquele papel, diferentemente do que fez em 2014 com as contas de outro gestor. Sinceramente, nem ele, nem os demais me representam. Vocês nos envergonham!

Abro espaço para que algum vereador, caso queira, manifeste-se. Envie nota para o e-mail pontonovo.net@hotmail.com ou pelo formulário de contato do lado direito da página, que será postada.
Postar um comentário