Header Ads

Reviravolta! Professores de Ponto Novo adiam início do ano letivo de 2016

Da Redação
Portal Ponto Novo
Os professores de Ponto Novo estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (19) no auditório do Centro Educacional de Ponto Novo, e ouviram a justificativa do secretário de Educação, Murilo Miranda, para o reajuste de 3% em cada semestre, que ele mesmo chamou de "merreca", proposto pela Prefeitura na semana passada aos profissionais dos níveis I, II, III e IV da rede municipal.

Após as justificativas, por unanimidade, os professores decidiram adiar em uma semana a volta às aulas, e decidiram também não aceitar o reajuste de 6% linear, mas que seja pago integralmente já no fim deste mês. A proposta de volta às aulas no dia 29, vai depender do Executivo aceitar ou não a decisão da categoria que, contrariando as piadinhas de alguns representantes envolvidos nas últimas negociações, decidiu com ampla maioria dos professores concursados presentes.

Na próxima semana, os representantes da APLB de Salvador deverão estar na cidade e já na sexta-feira (26) uma assembleia está marcada, a partir das 8 da manhã, para que os rumos da educação do município sejam traçados.

Nesse período, uma comissão no núcleo local da APLB estará realizando um estudo analítico da folha de pagamento da Prefeitura, porque pretende que, já no segundo semestre, o Executivo conceda mais 5% de reajuste salarial, além dos 6% exigidos já no próximo pagamento, para que o início do ano letivo aconteça mesmo no dia 29 de fevereiro.
Postar um comentário