Header Ads

Filadélfia: homem perfura poço artesiano e doa para a comunidade

Em Filadélfia, cidade localizada no centro norte da Bahia, 355 km da capital Salvador, um homem furou um POÇO ARTESIANO, construiu reservatório de água com recursos próprios e distribuiu para população carente do sertão baiano.

O senhor Josa Correia, teve a iniciativa de furar um poço d’água para melhor enfrentar os períodos de estiagem que tanto assolam a região. O resultado foi surpreendente: água doce própria para o consumo com uma vazão de 10.000 litros por hora. Ao invés de fazer uso próprio da água, seja para irrigar plantações ou criar animais, decidiu tornar o poço artesiano um bem público e ceder para a população.

Qualquer pessoa pode se dirigir até sua propriedade localizada no povoado de Massaroca, zona rural de Filadélfia, e fazer uso desse bem tão precioso para o sertanejo: a água doce.

Até poucos dias, antes de chover na região, o poço vinha servindo aos moradores de várias comunidades: Massaroca, Várzea do Rancho, Cabeça da Vaca e Riacho das Pedrinhas. Todas essas localidades sempre foram vítimas da seca.
A hospitalidade do senhor Josa Correia também é uma característica que se destaca. Sua casa sempre está cheia de parentes, amigos e visitantes que passam horas levando uma boa prosa enquanto descansam na sombra de sua varanda.

A ajuda ao próximo, enquanto prática social, deve ser estimulada no sertão. Com essa demonstração de vida comunitária vemos um grande exemplo na sociedade e um legado para gerações futuras. Viver em sociedade requer de seus integrantes atitudes de ajuda mútua.

Esse cidadão, com essa ação, merece destaque diante de tanto individualismo nesse país. 

Fonte: Filadélfia AO-VIVO
Postar um comentário