Header Ads

Meninas pedem para ser estupradas por jogador brasileiro acusado de abuso sexual no Canadá

As reações à notícia de que o  atacante Lucas Piazon, atualmente no Reading, da Inglaterra, e o goleiro Andrey, do Botafogo de Ribeirão Preto, foram formalmente acusados de abusar de uma mulher de 21 anos e  agora são procurados pelo Departamento de Polícia de Toronto, são estarrecedoras.

De um lado, internautas no Facebook jogando a culpa em cima da moça que foi supostamente abusada, reproduzindo um discurso corriqueiro no Brasil. " As feministas vão me odiar. Mas, essas mulheres canadenses, que levaram os brasileiros para a casa delas, são vadias e escrotas. Esse papo de ter sido abusada é balela!".  A opinião, dada por um homem, encontrou apoio entre várias mulheres.

Mas o pior veio do Twitter. Várias garotas pedindo para ser estupradas pelo jogador. É isso mesmo que você acaba de ler. Algumas, ainda mais afoitas, sugerem sexo sem camisinha e lamentam não terem sido vítimas da violência de que ele está sendo acusado.
Algumas vozes se levantaram contra o absurdo da posição dessas garotas, que certamente não têm a dimensão do que é sofrer de verdade uma violência sexual. Lembraram que abuso, seja qual for, é sempre condenável. Mas é de se lamentar que esse tipo de "desejo" seja escancarado desta forma nas redes sociais, especialmente em um momento em que os direitos da mulher andam tão fragilizados.

É bom lembrar que, no Canadá, a legislação sobre este violência contra mulher é diferente da brasileira. “Abuso sexual” pode ser tanto o ato sexual não consentido quanto um beijo forçado. Pedir para ser estuprada é inacreditável, inaceitável, indecente. Meninas, melhorem...
Blog da DB
Postar um comentário