Header Ads

Pindobaçu: TCM acata denúncia contra prefeito que pagou diárias e hospedagens de uma mulher morta

Nem mesmo os mortos recebem o respeito devido quando o assunto é a gestão municipal em Pindobaçu, comandada pelo petista Marlos André. Denúncia protocolada no MP e TCM contra uma empresa vencedora de um pregão presencial para prestação de serviços com hospedagem e refeições destinada aos prestadores de serviços e funcionários do município para suprir as necessidades das Secretarias já teve decisão do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia.

O TCM acatou e julgou procedente a denúncia. Uma farra de irresponsabilidade culminou com uma lista criada contendo documentos pessoais de moradores de Pindobaçu que sequer eram servidores do município e que tinham se hospedado e se alimentado conforme processos de pagamentos.

O agravante também na denúncia, é o fato de na lista dos supostos servidores, aparecer o nome de ADELAIDE LAUDELINA DE JESUS, 91 anos, falecida em 21 06 2013. O denunciante declarou que a falecida jamais ocupou cargo na Prefeitura de Pindobaçu, mesmo constando o nome dela na lista dos beneficiados com diárias e hospedagem.

A denúncia enfocou que as notas de empenho de números 907/2013 e 753/2013, foram suficientes para detectar atos de ilicitude usando nomes e documentos de terceiros, em detrimento do erário público. Gilvan Andrade, confirmou na denúncia, que nas notas empenhadas e pagas, constavam que diversas pessoas, que   na sua maioria absoluta, não mantém nenhum tipo de vínculo com a Prefeitura.

Confira abaixo a certidão de óbito:
Blog do Walterley Kuhin
Postar um comentário