Header Ads

Ponto Novo e as Eleições 2014: alguma coisa está mudando. "Aleluia"!

Da Redação
Portal Ponto Novo
As Eleições 2014 no município de Ponto Novo podem parecer comuns, como todas as outras, porém, bastou uma pesquisa no site do Tribunal Superior Eleitoral e uma análise mais cautelosa, para notar que a mentalidade do povo está mudando, para melhor. Ainda não é muito, eu sei, mas pode-se perceber que os olhos estão se abrindo e uma parte do eleitorado está tentando se valorizar e dar uma lição nos políticos corruptos que dizem ser representantes dos pontonovenses.

O Portal Ponto Novo apresenta agora o resultado de sua pesquisa e uma conclusão provável para o que foi percebido nas informações obtidas. Preste bastante atenção nos dados abaixo, e participe, deixando sua opinião nos comentários.

Em 2010, os principais nomes da política pontonovense apoiaram seus deputados, e a partir de agora vamos analisar a votação obtida, comparando-a com os dois pleitos seguintes:
# Deto Venâncio apoiou o candidato a deputado estadual Elmar Nascimento (611 votos) e o candidato a deputado federal Luiz de Deus (871 votos);
# Marcos Silva apoiou Adolfo Menezes (2.147 votos) e Félix Júnior (2.413 votos);

Em 2012, nas Eleições Municipais, mais uma vez os principais nomes estiveram em ação. Deto Venâncio não pôde concorrer e resolveu apoiar Adelson Carneiro para prefeito, e obtiveram 4.560 votos, enquanto Marcos Silva obteve 4.062.

Diante de inúmeras denúncias de irregularidades, o povo parece estar se cansando da mesmice que reina em Ponto Novo. Nas Eleições deste ano, o número de votos conseguidos por Marcos Silva aos seus candidatos ficou abaixo do que fora obtido em 2010. Veja: candidato a deputado estadual Augusto Castro: 1360 votos; deputado federal Félix Júnior: 1618 votos. Convém lembrar que na última Eleição Municipal, Marcos Silva conseguiu mais de 4 mil votos, ficando em segundo lugar.

A votação conseguida por Deto e Adelson para o candidato a deputado estadual Eduardo Salles (1624) também não pode ser considerada alta, se levarmos em conta os 611 votos dados ao deputado Elmar Nascimento em 2010 pelo mesmo Deto. Pior ainda, se for considerado o total de 4560 votos que elegeram Adelson em 2012. Para deputado federal, Deto e Adelson apoiaram candidatos diferentes: Aleluia com 768 votos e Mário Negromonte Júnior com 1449 votos.

Agora leia atentamente as seguintes informações:

Os demais deputados baianos, que não tiveram representantes em Ponto Novo, excluindo os apoiados por ex e atuais vereadores, bem como outros políticos, obtiveram votação expressiva, somando-se todos. Altas também foram as abstenções, os votos nulos e brancos. Veja:

# candidatos a deputado estadual: 1.383 votos, ou 18,56% do total;
# candidatos a deputado federal: 1.288 votos, ou 17,53% do total;
# votos brancos e nulos deputado estadual: 726
votos brancos e nulos deputado federal: 833
# abstenção geral: 3.944 ou 32,54%

A conclusão que se chega é que o prestígio dos tradicionais políticos de Ponto Novo está se esvaindo à medida que nenhum conseguiu fazer a diferença e mostrar trabalho e competência, sem estarem envolvidos em processos  ou condenações judiciais, contas rejeitadas ou denúncias. A orientação de se votar em candidatos não apoiados por eles, como forma de protesto, parece ter surtido efeito, e o povo de Ponto Novo parece que resolveu acordar e dar uma bela lição nos intocáveis.

A próxima etapa para complementação dessa mudança, será a renovação total do quadro político de Ponto Novo, onde se deverá buscar a exclusão dos velhos nomes conhecidos de todos, e a união dos mais jovens com nomes mais experientes, com alguma formação escolar, e dar uma chance para Ponto Novo crescer, com uma administração voltada para o desenvolvimento econômico e melhores condições de vida, sem desvios e sem a tradicional roubalheira, tão prejudicial ao município.

O bom sinal está aí. Resta agora o povo manter a ordem e varrer para bem longe, tudo e todos que fazem mal ao Município. Parabéns pontonovenses, eu ainda acredito que vocês podem mais, muito mais!
Postar um comentário