Header Ads

Caldeirão Grande: preso suspeito de matar tia por dívida de RS 120

Suspeito de matar a própria tia a facadas, Edmauro de Jesus Trindade, conhecido como Nego, 27 anos, foi preso na zona rural de Caldeirão Grande, a 333 quilômetros de Salvador. Investigadores da Delegacia Territorial (DT) da cidade cumpriram o mandado de prisão preventiva no Povoado de Várzea do Rancho, onde o Edmauro estava escondido.

Valdete de Jesus foi morta no dia 9 de junho, no distrito de Vila Cardoso, em Saúde. Segundo a delegada substituta de Caldeirão Grande, Ana Angélica de Oliveira, Edmauro teria matado a tia após uma discussão gerada pelo não pagamento de uma cesta básica, no valor de R$ 120. O suspeito conseguido fugir para Caldeirão Grande, depois de abandonar o corpo esfaqueado da tia no local do crime.


Correio da Bahia - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Postar um comentário