Header Ads

Editorial. Ponto Novo: Processo de Seleção Simplificado, para quem mesmo?

Da Redação
Portal Ponto Novo
A situação de Ponto Novo é vergonhosa! E eu me vejo obrigado a mais uma vez criticar duramente a atitude da atual gestão, dessa vez, no tocante ao Processo Seletivo Simplificado - PSS, que um dia depois da abertura das inscrições, 99% da população não sabe a respeito. Cá pra nós, o que o povo representa para a atual administração, quando esta resolve abrir um Processo de Seleção e sequer divulga para os maiores interessados? O tratamento dado aos pontonovenses nos últimos meses tem sido digno de repúdio!

Eu, Josimar Ferreira, só consegui esta informação porque trabalho pela manhã num colégio e algumas pessoas estiveram lá em busca de histórico escolar, afirmando que era para ser entregue na Prefeitura no ato da inscrição deste.

O Edital foi publicado no dia 10, num único site, que, por sinal, quase ninguém conhece (eu mesmo não conhecia), as inscrições começaram no dia 11 sem a população saber, se estendeu no dia 12 em meio período por conta do Jogo da Seleção, e segundo informações preliminares, irá até às 10 horas da manhã do dia 13. O site da Prefeitura não trata sobre o assunto, a Rádio local não foi utilizada para divulgação, mesmo seu diretor sendo um vereador, e o único meio disponível, graças ao vazamento citado acima, foi este Portal, porém, como a publicação foi feita pouco antes do meio-dia, não há mais tempo hábil para se conseguir documentos não solicitados nos órgãos de ensino, uma vez que, por conta do recesso, já estão fechados ou com atendimento diferenciado.

Fica a pergunta: o que ia acontecer caso não houvesse vazamento dessas informações? Cabe lembrar que, mesmo uma pequena parcela da população sabendo no segundo dia de inscrições, como a Seleção dá-se-á em etapa única (avaliação de títulos) a chance de quem nunca trabalhou na área ou não está trabalhando, é quase zero, já que não há uma prova escrita para, pelo menos, diminuir a disparidade de chances entre os concorrentes. Basta verificar os títulos aceitos e a possibilidade de conseguir certos documentos em duas horas do dia 13, que já é desanimador.

Se ao contrário do Processo de Seleção Simplificado fosse realizado um concurso, o tempo entre a abertura do Edital e a data da posse, seria suficiente para que o candidato se preparasse para todas as etapas.

Os contratos desta Seleção terão validade de seis meses, sendo que os três primeiros, serão períodos de experiência, podendo haver demissão, caso o funcionário não se encaixe nos planos ou requisitos exigidos.

O que causa estranheza, e seria importante que o senhor prefeito viesse a público esclarecer é, quais os motivos para esconder de seu povo algo tão importante como uma oportunidade de emprego, mesmo sendo esta através de um PSS e não de um Concurso, bem como porque Ponto Novo não resolveu seguir as orientações do Ministério Público e realizado logo um Concurso? Porque contratar um servidor durante seis meses se as necessidades das áreas se farão presentes depois desse período? O que o funcionário e o município ganham firmando um contrato de seis meses quando o primeiro poderia ter estabilidade e tranquilidade para exercer com competência, sem pressão, o cargo para o qual foi aprovado?

Mais uma vez fica a indignação da população, representada neste editorial, com a atual administração, que conseguiu dar o maior bola fora de toda a história de Ponto Novo. PSS na surdina, onde só os privilegiados sabiam, e os demais foram tratados como escórias, sem prestígio, e sequer lhes é dada a chance de tentar. Os vereadores, se é que existem, acabaram de confirmar que o silêncio significa que não estão dispostos, não agora, a abrir o bico, tampouco lutar na Justiça para o cancelamento desse PSS absurdo, que, apesar de não ser advogado, sei que soa muito mal para uma Prefeitura, para um Governo que se identifica como "Governando para o Povo".

Os pontonovenses acabaram de ser surrados, e assim como eu, que dei um voto de confiança ao Prefeito que aí está, receberam a resposta daquela música de campanha que dizia: "o povo quer o liso...".

Até quando nós vamos ter que tolerar tanto desdém, meus caros Ministério Público, vereadores e Justiça?

Temos o maior motivo até aqui, para começarmos a perder o título de povo pacífico e começarmos a nos manifestar de forma mais consistente, porque senão as Festas e a Copa vão ser usadas como panos para esconder atitudes nada satisfatórias, para não escrever outra palavra.

Por debaixo dos panos, na surdina, na calada da noite: assim pode ser descrito o Processo de Seleção Simplificada para três secretarias de Ponto Novo.

Finalizo deixando a pergunta que eu queria muito saber a resposta: ESSE PROCESSO SELETIVO É PARA OS PONTONOVENSES MESMO?

Lamento que, enquanto muito lêem esse Editorial, o período de inscrições já terminou, e eles ainda gritavam GOL DO BRASIL!!!!
Postar um comentário