Header Ads

Morro do Chapéu: detentos se rebelam e introduzem pedaço de madeira em ânus de acusado por 44 estupros

Vinte e sete presos encarcerados na Cadeia Pública de Morro do Chapéu organizaram uma rebelião na tarde desta terça feira (03/12) por volta das 13h50. Os presos reclamavam do serviço de alimentação que estaria sendo oferecido, já que recentemente houve uma mudança no fornecedor do serviço. Policiais de América Dourada, Carfarnaum e da Policia Rodoviária Estadual foram deslocados para ajudar a conter o motim. Cerca de 20 policiais participaram da ação que foi contornada por volta das 15h30.

Os rebelados colocaram fogo em colchões e destruíram todas as grades das celas onde estavam os presos acusados de estupro Edinalvo Souza Brito, vulgo “Peixe Frito” e o outro acusado conhecido por “Branco”. Os dois foram agredidos com requintes de crueldade. Peixe Frito, acusado de 44 estupros, teve um pedaço de madeira enfiado no ânus. 

O líder da rebelião, o detendo de pré-nome Yuri, foi ferido no ombro durante confronto direto com os policiais. No saldo da operação, Peixe Frito e Yuri foram atendidos no Hospital São Vicente de Paulo e encaminhados para o Hospital Regional de Irecê, e o detento Branco foi atendido no Hospital São Vicente e encontra-se à disposição da justiça. Segundo o Tenente Guimarães, os outros presos deverão ser transferidos para Salvador e aguarda a decisão do Judiciário, já que a cadeia ficou completamente destruída na rebelião.

Fonte: Morro Notícias
Postar um comentário