Header Ads

Assalto ao Banco do Brasil de Várzea Nova deixa um morto e três feridos

Um homem morreu e três ficaram feridos em uma troca de tiros entre a polícia e cinco criminosos que assaltavam uma agência do Banco do Brasil em Várzea Nova, cidade localizada a 390 quilômetros de Salvador, na manhã desta terça-feira (3). O comerciante Ivanildo Severino, 39 anos, mais conhecido como Nildo Trocador, foi baleado e morreu no local. Os assaltantes ainda mantém cinco reféns, entre moradores da cidade e funcionários do banco.

De acordo com informações do 24ª Companhia Independente da Polícia Militar de Jacobina, durante o confronto entre os ladrões e a polícia, três moradores da cidade também ficaram feridos. Um homem conhecido como Vitor e outro, chamado Eujackson, foram baleados na nuca. O terceiro ferido se chama Edson e foi atingido na perna. Todos tiveram os primeiros socorros realizados no Hospital Padre Alfrendo Haasler, em Várzea Nova, e depois foram encaminhados para o Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho, em Jacobina.

Após o assalto, os bandidos fugiram na direção de Miguel Calmon, cidade vizinha à Várzea Nova. Eles usaram inicialmente dois carros, uma Amarok de cor branca e uma Toyota Hilux. Durante a fuga, os assaltantes  colocaram fogo na Amarok, quando ainda saíam de Várzea Nova. Ainda segundo a 24ª CIPM/Jacobina, ao passar pelo povoado de Santo Antônio, eles roubaram um Fiat Uno, um Siena e uma Parati, além de outros carros. 

Logo em seguida, de acordo com a polícia, os ladrões abandonaram o Fiat Uno e a Parati e seguiram em fuga. Por volta de 12h, eles passaram pelo Trevo da Mutuca, um entrocamento próximo à Jacobina. Policiais civis e militares da região estão empenhados na busca dos assaltantes. Não há informações sobre a quantia que foi roubada do banco, e o estado de saúde dos moradores de Várzea Nova que ficaram feridos durante a ação também não foi revelado.
Ivanildo Severino, vítima fatal. Foto: Reprodução
Segundo  informações, os elementos estão em uma Amarock branca, um Siena e uma Parati prata. A policia  pede aos moradores que não saiam de suas residências.

Fonte: Correio
Postar um comentário