Header Ads

Pastor "cabo eleitoral" é preso em Riachão do Jacuípe (BA) por crime praticado em Pernambuco

Na tarde desta sexta-feira (8), uma equipe de policiais do estado de Pernambuco veio até Riachão do Jacuípe cumprir um mandando de prisão contra Gilberto Gomes Evangelista, conhecido como “Pastor Gilberto”.

Segundo informações da policia, Gilberto Gomes Evangelista é suspeito de ter cometido o crime de homicídio naquele estado. Policiais de Pernambuco, juntamente com os investigadores do SI (Setor de Investigação) e Policia Militar de Riachão, saíram em diligencia em busca do suspeito e o encontrou em sua residência.

Gilberto não esboçou reação no momento da prisão e foi levado até a Delegacia de Policia Civil de Riachão, mas a todo o momento negou o crime sobre o qual é acusado. A policia não sabe informar quando o homicídio aconteceu, apenas disse que os policiais vieram com o mandado expedido pelo Excelentíssimo Juiz Edílson Rodrigues Moura, e Gilberto foi imediatamente recambiado para Pernambuco, onde deverá responder pela acusação.

Gilberto é conhecido na cidade, pois já reside em Riachão há mais de 15 anos. Em 2009, o mesmo implantou no bairro do Ranchinho um centro de reabilitação para viciados e usuários de drogas e bebida alcoólica. Em 2012 o “Pastor” se engajou na campanha política, trabalhando em carros de som e como cabo eleitoral da candidata Gleide Márcia. Ele também fazia parte de uma igreja evangélica da cidade, onde pregava.

Segundo a policia, após denúncias anônimas do paradeiro de Gilberto, o mandado foi cumprido com a sua prisão. Agora ele está preso à disposição da justiça pernambucana.

Fonte: www.interiordabahia.com.br
Por Alana Adrielle.
Postar um comentário