Header Ads

Adutora de Ponto Novo abastecerá Bonfim a partir de março

A partir de março deste ano, a adutora de Ponto Novo começa a levar água à cidade de Senhor do Bonfim. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26), durante a terceira reunião itinerante do Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca, na sede do município, pelo secretário estadual da Casa Civil e coordenador do Comitê, Rui Costa. A obra, que tem caráter emergencial, soma investimentos de aproximadamente R$ 58 milhões, beneficiando 129 mil pessoas.

O encontro aconteceu no auditório da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e contou a presença, além de Rui Costa, dos secretários estaduais da Agricultura, Eduardo Salles, do Meio Ambiente, Eugênio Spengler e do Desenvolvimento e Integração Regional, Wilson Brito. Também compuseram a mesa os demais membros do Comitê e 18, dos 19 prefeitos dos municípios dos territórios de identidade Piemonte Norte do Itapicuru e Piemonte da Diamantina.

Em apresentação, Rui Costa traçou um panorama geral da situação das barragens dos dois territórios e mapeou as principais ações do Governo da Bahia em prol da convivência com a seca, sejam emergenciais ou estruturantes. “O objetivo destes encontros, com a presença dos prefeitos, é aproximar e firmar uma parceria entre estado e municípios. Determinação e vontade, num trabalho em conjunto, são fundamentais para fazermos mais e melhor. Se o prefeito conhece e abraça o nosso projeto, as ações são mais efetivas”, declarou Rui.

Rui Costa ainda falou de mais duas importantes intervenções que estão em processo de iniciação e que, segundo ele, vão melhorar de forma significativa a problemática da escassez de água, além de impulsionarem o desenvolvimento de toda a região. A Adutora de São Francisco tem investimento estimado em R$200 milhões e o seu projeto encontra-se em processo de elaboração. A obra é pensada, exclusivamente, para abastecimento humano e beneficiará cerca de 650 mil pessoas. Há, ainda, um projeto de transposição em canal da água do rio São Francisco, para a chamada macrorregião de Senhor do Bonfim. Diferente da primeira, esta obra traz a expectativa de um volume de água suficiente para atividades como irrigação. A previsão é de que, no início de 2014, seja concluído, via Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), estudo de topografia, sondagem e o anteprojeto para conclusão quanto à viabilidade de realização da obra.

Cadastro Único

O secretário Rui Costa destacou a importância da inserção das famílias de agricultores rurais no Cadastro Único (Cadúnico), para terem acesso aos programas assistenciais do governo federal. “O apoio dos prefeitos na mobilização e identificação destas famílias é fundamental para garantirmos um maior número de beneficiados em programas como o Bolsa Estiagem. Temos conseguido importantes avanços nesse cadastramento e o número de famílias beneficiadas já cresceu significativamente”, disse Rui.

Garantia-safra
É expressivo o crescimento do número de seguros contratados pelo Garantia-Safra ao longo dos seis anos de Governo Wagner. Em 2007, a Bahia possuía cerca de 6 mil seguros contratados.Este ano, o Estado ultrapassará a margem dos 200 mil.

Linha de crédito

Os territórios do Piemonte Norte do Itapicuru e Piemonte da Diamantina somam quase R$ 30 milhões ingressados em função do crédito emergencial da Presidência da República, via Banco do Nordeste (BNB). Foram mais de R$ 12 milhões contratados no primeiro território (1.975 operações) e R$ 17 milhões no segundo (1.649 operações). A contratar, a previsão é de cerca de R$700 mil para o Piemonteda Diamantina (56 operações) e R$ 4,4 milhões para o Piemonte Norte do Itapicuru (372 operações).


Ascom Casa Civil
Postar um comentário