Header Ads

Bandidos explodem caixas eletrônicos em Tucano e assaltam agência do BB em Araci

BB em Araci. Foto: Gil Santos Notícias.
Redação Portal Clériston Silva PCS 


Cerca de quatro homens assaltaram a agência do Banco do Brasil no centro da cidade de Araci na manhã desta quinta-feira (31). Segundo as informações, o grupo seqüestrou o tesoureiro da agência durante a madrugada e, no início do expediente, renderam todos os funcionários que chegavam para trabalhar.
Usando armas de grosso calibre, a quadrilha forçou o gerente a abrir o cofre e depois fugiu com o dinheiro levando o tesoureiro identificado como Aloísio como refém.
O banco não informou a quantia levada. De acordo com informações da Polícia Militar, o assalto aconteceu por volta das 7h30m e durou cerca de 20 minutos.
Depois que o gerente abriu o cofre, os assaltantes prenderam todos os funcionários no local e fugiram em dois veículos, um Vectra, de cor prata, e um VW Gol. Minutos depois, libertaram o refém e continuaram a fuga em outros carros.
Policiais do 16º BPM e 15ª Coorpin, com apoio de policiais civis de Feira de Santana, estão fazendo buscas na região na tentativa de localizar os suspeitos.
BB em Tucano. Foto: Gil Santos Notícias.
Explosão de caixas eletrônicos em Tucano - Em outra ação realizada na madrugada desta sexta-feira (31), seis criminosos explodiram dois caixas eletrônicos em um posto de auto-atendimento do Banco do Brasil, localizado no distrito de Caldas do Jorro, município de Tucano.
Segundo informações da Polícia Civil, ainda não há informações sobre os suspeitos e o banco não informou o valor do montante roubado, mas já é certo que os suspeitos utilizaram explosivos (dinamite) para cometer o crime.
Os assaltantes renderam dois agentes da Guarda Civil Municipal e pedestres que passavam pelo local. O prédio onde estavam os caixas ficou totalmente destruído. A explosão atingiu também outros imóveis, inclusive a sede do pelotão da Guarda Municipal que fica ao lado do posto de auto-atendimento.

Após a ação, os criminosos fugiram atirando e espalhando miguelitos — uma espécie de cruz formada por pregos entrelaçados para furar pneus — nos principais acessos ao distrito na tentativa de conter uma possível perseguição da polícia. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) estão no local e auxiliarão os policiais da Delegacia Territorial de Tucano nas investigações.
Postar um comentário