Header Ads

Secretaria de Saúde confirma caso de gripe A em Jacobina

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou, nesta segunda-feira (23), que sete casos de gripe causada pelo vírus A (H1N1) foram registradas no estado desde o início do ano. Seis vítimas são de Salvador e uma de Jacobina, município localizado a 203 km de Serrinha. Nenhuma morte provocada pela doença foi registrada.

Os dados fazem parte do último boletim epidemiológico da Sesab, finalizado no último dia 5. Ainda de acordo com a Secretaria, outros casos suspeitos estão sendo monitorados em Feira de Santana. Na semana passada, exames descartaram a doença em dois bebês prematuros que estavam internados no Hospital Clériston Andrade (HCA), em Feira de Santana, com suspeita de gripe A.


Em 2012, já foram registradas mais de cem mortes em decorrência da H1N1 no Brasil. Desde janeiro, morreram 62 pessoas em Santa Catarina, 38 no Rio Grande do Sul e 23 no Paraná. O total registrado em 2012 equivale a 15,6% dos óbitos verificados em 2009, auge da pandemia, quando 789 pessoas morreram nos três estados. O fim da pandemia foi decretado em agosto de 2010 pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


Os médicos de todo país estão orientados a prescrever o Tamiflu aos pacientes que apresentarem quadro de síndrome gripal, mesmo antes dos resultados de exames ou sinais de agravamento. O medicamento, que reduz as chances de que a doença evolua para um caso grave, é mais eficaz nas primeiras 48 horas desde o início dos sintomas.


A gripe se caracteriza pelo surgimento simultâneo de febre e tosse ou dor de garganta, somados a dor de cabeça, dor muscular ou nas articulações. Lavar as mãos várias vezes ao dia, usar lenço descartável ao tossir e espirrar, evitar aglomerações e ambientes fechados são algumas das formas de evitar a transmissão da doença. 

Portal do Cleriston Silva
Postar um comentário