Header Ads

Homem é encontrado morto próximo ao povoado de Junco

Um homem foi encontrado morto em uma estrada vicinal há cerca de 3 KM do povoado do Junco, município de Jacobina. O corpo crivado de balas foi encontrado por um trabalhador rural por volta das 7h30 de hoje, 13, nas imediações da fazenda caldeirão, já próximo ao acesso da BR 324. A Polícia Militar e a Guarda Municipal de Jacobina foram acionadas e fizeram o isolamento do local até a chegada dos peritos do DPT de Jacobina, que realizaram o levantamento cadavérico.  Segundo informações do DPT, o corpo foi alvejado por cerca de 13 tiros em diversas partes do corpo e não portava documentos. O corpo encontra-se na câmara de resfriamento do IML aguardando identificação. Ainda segundo o DPT o  homem tem mais ou menos i.70 cm de altura,  cor parda, entre 25  e 28 anos, cabelo com corte tipo moicano, possui uma tatuagem tribal no tórax direito, vestia camisa vermelha, casaco marrom de capuz e cueca listrada branca e azul. 



Tinha uma corrente de prata no pescoço, uma pulseira de metal no punho esquerdo e uma pulseira tribal no punho direito.Qualquer informação que ajude a identificar esta pessoa pode ser repassada pelo telefone 74 3621 1256.


Emerson Rocha / Com informações da Guarda Municipal e DPT de Jacobina.

Estivemos em contato hoje pela manhã na delegacia de Jacobina com o senhor Varney Ferreira Anselmo, morador da cidade de Quixabeira, que identificou como sendo seu filho, Jucélio de Jesus Anselmo, de 29 anos, a pessoa encontrada morta ontem pela manhã próximo ao povoado do Junco. O corpo estava crivado de balas e não possuia documentos, o que impossibilito sua identificação. Seu Varnei disse em entrevista as rádios Serrana FM e Clube AM que tinha visto seu filho pela última vez na segunda e estranhou o fato dele não ter mais aparecido em sua casa. Ao saber que uma pessoa tinha sido encontrada morta no Junco seu Varnei pediu a um amigo para acessar um site da internet que tinha a foto da pessoa morta, com detalhes de uma tatuagem, o reconhecendo de imediato. 
Seu Varnei lamentou a morte do filho e reconheceu que ele tinha passagem pela polícia por envolvimento com drogas. O corpo da vítima ainda encontra-se no DPT local aguardando o serviço de necropsia a ser realizado na manhã desta sexta-feira. Jucélio deixa dois filhos pequenos.
Fonte: Bahia Acontece
Postar um comentário