Header Ads

TSE decide que políticos penalizados nas eleições 2008 podem ser candidatos em 2012. Deto Venâncio é um deles

Ministra Carmem Lúcia
No recurso especial eleitoral nº485174/PA, datado de 08 de Maio de 2012, que teve como Relatora a Ministra Carmem Lúcia, o Tribunal Regional Eleitoral concluiu pela aplicação do disposto no inciso XIV do art.22 da Lei Complementar nº64/1990,com alteração da Lei complementar nº135/2010, que impôs aos recorrentes daquele processo a inelegibilidade pelo período de oito anos.

Considerando que os fatos ocorreram em 2008, antes da entrada em vigor da Lei Complementar nº135/2010, que alterou o prazo de inelegibilidade de três para oito anos, entendeu o TSE que deve prevalecer a norma originária inscrita no inciso XIV do art.22 da Lei Complementar nº64/1990, ou seja, a inelegibilidade é de apenas 3 anos, contados da data da eleição. Sendo assim, quem foi condenado em 2008 já cumpriu a penalidade desde 05 de Outubro de 2011, estando apto a concorrer a qualquer cargo eletivo em 2012.

Como visto na decisão, qualquer Prefeito, Vice-prefeito e Vereador que foi penalizado nas eleições 2008, podem (se quiser), ser candidato nesta eleição, respaldando assim, o entendimento dos advogados Milton Pedreira e Admir Ismerim sobre o assunto.
 
Para ler na integra a decisão do TSE sobre esse assunto acesse o link: www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-informativo-tse-no-12-ano-14

Por Ricardo Aquino
 
Com esta decisão, o ex-prefeito Deto Venâncio está apto para concorrer às eleições de 2012, uma vez que teve os direitos políticos cassados por ter cometido crimes eleitorais no pleito de 2008. 
Postar um comentário