Header Ads

Servidores municipais de Filadélfia entrarão em greve a partir de terça-feira (29)

Poucos municípios devem escapar da onda grevista que toma conta da Bahia no período pré-eleitoral. O sindicato de servidores municipais de Filadélfia, no centro norte baiano, convocou uma assembleia geral extraordinária na próxima terça-feira (29) para definir os rumos de um movimento paredista da categoria.

A entidade de classe exige auxílio alimentação de 10% para auxiliares operacionais de educação, saúde e serviços gerais; auxílio alimentação de 5% para servidores que recebem salário mínimo; reformulação do regime jurídico municipal; cumprimento do piso nacional do magistério e dos agentes comunitários de saúde; implantação de plano de cargos e salários dos servidores da saúde e da segurança pública; e repasse aos professores de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) referente ao mês de abril. Em documento intitulado “Parou por quê? Por que parou?”, o sindicato argumenta que “apesar de prestar relevantes e imprescindíveis serviços à população nas áreas da saúde, da educação, da segurança, da limpeza pública e do transporte” não desfruta “do devido prestígio, do respeito e da valia que merece” por parte da gestão municipal. 

Fonte: Bahia Noticias
Postar um comentário