Header Ads

Prefeitura cancela show de Zezé di Camargo e Luciano em Cansanção-BA

Durante reunião com membros da organização dos Festejos de Senhora Santana 2012, o Prefeito Ranulfo Gomes, que já administra o município com estado de emergência por conta da falta de chuvas, se mostrou mais uma vez, muito preocupado com o longo período de estiagem que assola o município de Cansanção e toda região. Seguindo as recomendações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) onde fica bem claro que as cidades atingidas pela seca devem adotar uma rigorosa contenção de gastos, decidiu optar pelo cancelamento contratual da dupla sertaneja ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO, os mesmos como todos já sabem, estavam contratados para os Festejos de Senhora Santana 2012, mas diante da realidade vivida pelo povo do município o prefeito diz: “o mais importante é prestar assistência aos moradores que vêm sofrendo com a seca, principalmente no interior do município, onde a situação é preocupante”.

Durante a reunião, o prefeito colocou a questão de forma democrática, e disse que embora o desejo fosse permanecer com a contratação e trazer a dupla pra Cansanção, “a seca falou mais alto”, e o mesmo foi obrigado a fazer o cancelamento do contrato, e citou novamente o posicionamento tomado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) em relação aos municípios que decretaram estado de emergência e pensam em fazer festa. Na reunião foram citadas as mais de 200 (duzentas) cidades em estado de emergência só na Bahia, algumas delas como Coité, Tucano e outras cancelaram suas programações de forma total, o que ainda não é o caso de Cansanção.

O Prefeito citou a questão do racionamento de água vivido na cidade e o baixo nível dos reservatórios de água da região, e disse em tom de tristeza que as dificuldades enfrentadas no momento podem se ampliar ainda mais caso não venha a chover nos próximos dias.

“Isso não quer dizer que não haverá festa na praça, até então a festa continua , apenas a dupla Zezé & Luciano não se apresentará no evento" disse Ranulfo Gomes.

A última vez que o município sofreu uma seca desse porte foi a mais ou menos 35 anos.

Por Alan Passos de Andrade
Postar um comentário