Header Ads

Homem tem corpo incendiado pelo próprio cunhado em Riachão do Jacuípe

Uma tragédia deixou a população de Riachão do Jacuípe chocada e triste neste sábado (05), após a noticia de que o motorista Carlos Alberto Silva teve o corpo queimado pelo próprio cunhado.

Segundo as primeiras informações, Betuca, como a vítima é mais conhecida, chegou à residência de sua filha Aldmira, onde estava residindo, por voltas das 22 horas deste sábado. Quando estava no hall da casa, o seu ex-cunhado de nome Cristiano colocou fogo em seu corpo.

De acordo com as informações ao Interior da Bahia, as chamas queimaram bastante o corpo de Betuca, que foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

Foto Ilustrativa
As informações dão conta ainda que a vítima já passou por uma delicada e longa cirurgia durante esta madrugada.

Contudo, apesar da gravidade, a filha Aldmira informou que conseguiu falar com Betuca neste domingo pela manha. “Consegui falar com ele e me disse que as dores tinham aliviado mais e estava se sentindo melhor”, disse a filha.

Razão e emoção

Não se sabe o motivo de uma atitude tão violenta por parte do ex-cunhado, principalmente por se tratar de uma pessoa que só tem feito o bem e com muitos amigos em Riachão.

Os dois tinham um caminhão em sociedade e que, nos últimos dias, houve um estremecimento na relação comercial entre eles, o que poderia ter motivado tamanha violência.

Na cidade, tão logo a noticia se espalhou, muitas pessoas foram aos prantos pela consideração e amizade que têm com Alberto Santos Silva, uma pessoa que sempre trabalhou e cumpriu com as suas obrigações. “A filha é apaixonada por ele”, disse uma pessoa que não quis se identificar e estava inconformada.

“Ou sou muito grata a ele. Foi ele quem fez de tudo quando o meu pai estava doente”, acrescentou a pessoa, dirigindo-se a uma vizinha.
 
Fonte: www.interiordabahia.com.br
Postar um comentário