Header Ads

Ações do Facebook estreiam na bolsa hoje, mas maior parte dos brasileiros fica de fora da oferta

O Facebook começa a negociar ações na Nasdaq, a bolsa de valores eletrônica dos Estados Unidos, nesta sexta-feira (18). O preço de cada papel da rede criada por Mark Zuckerberg foi definido na última quinta-feira (17)em US$ 38 (R$ 76) para a oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês).

A compra do lote inicial de ações da rede social mais popular deve atrair milhares de investidores de todo o mundo e está restrita a pessoas que morem nos Estados Unidos e tenham uma conta bancária ativa no país, o que reduz as chances de muitos brasileiros interessados na oferta.


A venda das ações do Facebook vai começar pelas mãos do próprio Zuckerberg, que vai tocar o sino que marca o início dos negócios na bolsa às 10h15 (horário de Brasília), 9h15 nos Estados Unidos. O criador do Facebook, no entanto, não foi a Nova York, na costa leste americana, e tocará o sino à distância, em Menlo Park, na Califórnia, na costa oeste dos EUA.


Ao todo, 484,4 milhões de ações estarão à venda nesta sexta-feira e grande parte dos papéis deve ser arrematada pelos próprios funcionários da empresa.


De acordo com a imprensa internacional, a rede social criada pelo bilionário Mark Zuckerberg estipulou, num primeiro momento, que seus papéis custariam entre R$ 56 e R$ 70 (equivalente a US$ 28 e US$ 35) por papel.


Nesse caso, o valor de mercado da empresa varia entre R$ 140 bilhões e R$ 175 bilhões (equivalente a US$ 70 bi e US$ 87,5 bilhões), mostram documentos da bolsa.


No entanto, a procura dos investidores pelas ações da rede social foi tamanha que os executivos do Facebook resolveram ampliar esse valor para os atuais US$ 38 (R$ 76). 


Com isso, a rede social espera levantar US$ 18,4 bilhões (R$ 36,9 bilhões) nesta sexta-feira — o segundo maior valor da história para uma empresa na abertura de capital, atrás apenas da Visa, que em 2008 levantou US$ 19,65 bilhões (R$ 39,4 bilhões).

Com esse aporte, o valor de mercado do Facebook chegará a US$ 104 bilhões (R$ 208,6 bilhões) — o maior valor da história para uma empresa americana na entrada na bolsa.

Entenda a rede

O Facebook se tornou um dos mais populares destinos na internet, desafiando empresas estabelecidas como Google e Yahoo! na disputa pelo tempo dos usuários e verbas dos anunciantes.

Com valor de mercado estimado de US$ 104 bilhões, depois do preço da ação ser fixado em US$ 38 (R$ 76), a empresa criada por Zuckerberg em um quarto de alojamento da Universidade de Harvard valeria duas vezes mais que a HP (Hewlett-Packard).
Do R7
Postar um comentário