Header Ads

O efeito cascata provocado pela seca em Ponto Novo

Ponto Novo, março de 2012.
Da Redação
Portal Ponto Novo
A pior seca dos últimos trinta anos na Bahia, está deixando os baianos preocupados com os efeitos da longa estiagem. O município de Ponto Novo é privilegiado por ser abastecido pelas águas da Barragem do Rio Itapicuru-Açu, porém não consegue escapar das consequências negativas desse fenômeno.
Nos próximos dias, caso não chova, a população terá que gastar muito mais para realizar sua feira, uma vez que a carne, o feijão, a farinha e outros produtos deverão ficar mais caros. Isso porque os pecuaristas estão vendendo seus rebanhos com medo de perdê-los, fazendo com que os açougueiros tenham que comprar a carne de abatedouros distantes, aumentando assim os custos, inclusive de frete, que são repassados ao consumidor no preço final; os agricultores não plantaram, tampouco colheram, e a farinha e o feijão deverão ser importados de outros municípios ou até de outros estados.
A única empresa privada no município, o Sítio Barreiras, já diminuiu em uma hora, o tempo de irrigação das suas plantações, porém não é de se espantar se precisar cortar gastos através de demissões. Daí surgiriam novos quadros emergenciais no município, ou seja, fome e desemprego.
A esperança dos pontonovenses é que volte a chover o mais rápido possível, para, pelo menos, aliviar os efeitos da longa estiagem, renascendo as pastagens, aumentando o nível de água da Barragem e permitindo a continuidade da produção do Sítio Barreiras, responsável pela geração de centenas de empregos.
Postar um comentário