Header Ads

Ponto Novo voltará produzir feno para atender à caprinovinocultura do Território do Piemonte Norte do Itapicuru

Provocada pelo secretário de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), Carlos Brasileiro, representantes da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Microrregião do Senhor do Bonfim e lideranças da região se reuniram, nesta quinta-feira (8), com o secretário da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles com o intuito de ajustar os detalhes na finalização de um convênio para utilização de área no Perímetro Irrigado do Distrito de Ponto Novo, que já tem implantado sistema de irrigação, destinada à produção de feno.
“Estamos aqui para acertar os últimos detalhes de uma área que irá se tornar o pulmão verde na produção de feno para toda a região, fazendo avançar a passos largos a ovinocaprinocultura local” disse o secretário. O convênio, firmado com a Secretaria da Agricultura e o Distrito de Irrigação de Ponto Novo, será pactuado com a Secretaria de Agricultura de Ponto Novo e as associações regionais para a produção de feno.
 “Com a retomada da produção de feno em Ponto Novo à caprinovinocultura do nosso município estará fortalecida, estaremos garantindo o acesso à alimentação para os períodos de seca com o custo mais baixo. O próximo passo será a construção da unidade de terminação da nossa criação de ovinos e caprinos” afirma o secretário Fernando Antonio.
A iniciativa irá ajudar no avanço do desenvolvimento dos pequenos produtores. A previsão é iniciar o plantio no mês de abril. A idéia é produzir feno com preços subsidiados para os pequenos produtores da região, abastecendo o rebanho em períodos de seca, além de desenvolver uma central de terminação de caprinos e ovinos.
Com o objetivo de fazer com que pequenos produtores tenham acesso a reprodutores de alta qualidade, e possam estruturar suas criações, foi lançado esta semana o Programa de Melhoramento Genético de Rebanhos Caprinos e Ovinos da Bahia, o Pró-Berro, elaborado pela Secretaria da Agricultura (Seagri). A atividade é prioritária e possui linhas de financiamentos adequadas, com prazos de até 24 meses e seis meses de carência, com juros subsidiados pelo Banco do Brasil (BB) e o Banco do Nordeste (BNB).
Participaram da reunião, o superintendente de Irrigação da Seagri, Marcello Nunes, o presidente da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Microrregião do Senhor do Bonfim, Gaudencio Duarte, o presidente da Câmara de Vereadores, João Carlos, e os secretários da Agricultura do Senhor do Bonfim e Ponto Novo, Raimundo Freitas e Fernando Antonio, respectivamente.
 
Fonte: Dascom
Postar um comentário