Header Ads

Pânico e muitos tiros em assalto ao Bradesco da cidade de Quijingue

Cinco homens encapuzados, em uma Hilux prata, renderam o segurança e o gerente do banco no início da manhã desta segunda-feira (30). O assalto durou cerca de 45 minutos, vários tiros foram dados para o alto pelos bandidos, que fugiram levando o segurança Flávio, o Gerente e um cliente como reféns. No momento do assalto, apenas dois policias estavam de plantão e nada puderam fazer.
Cerca de 10 minutos depois que os bandidos deixaram a agência chegou reforço policial de Euclides da Cunha e 08 viaturas com mais ou menos 40 policiais e até um helicóptero estão sendo usados na perseguição aos assaltantes que fugiram em uma estrada vicinal que dá acesso às cidades de Cansanção e Nordestina. Os reféns foram liberados logo na saída da cidade.
Por volta das 11 hrs a nossa equipe recebeu informação de que os assaltantes haviam queimado a Hilux, nas proximidades das propriedades dos Srs. Firmino e Diaquino, local conhecido como Ponta da Serra e nos deslocamos até o local para verificar a veracidade da informação. Chegando lá, pudemos comprovar que se tratava de uma informação verídica. A Hilux se encontrava atravessada na estrada para dificultar o acesso da polícia, totalmente destruída e ainda com pequenos focos de incêndio. Um morador daquela localidade nos informou que depois de atearem fogo no carro, os bandidos fugiram em algumas motos, mas a polícia continua a perseguição.
Logo após ser liberado e restabelecido do susto, o gerente da agência local Wolflan deu a seguinte declaração aos clientes que aguardavam por atendimento: “Eu vou pedir a compreensão de vocês. Infelizmente, aconteceu esse problema aqui e nós não vamos ter dinheiro para pagar a ninguém hoje. Eles atiraram em tudo, quebraram os equipamentos. Vamos fazer um levantamento. Eu peço a compreensão de vocês. Se eu conseguir dinheiro hoje ainda, a gente começa a pagar. Se não, vocês me perdoem, mas eu peço desculpas”.
Ainda não há informações sobre o montante de dinheiro levado pelos criminosos.
Fonte: Quijingue Acontece
Postar um comentário