Header Ads

Polícia desarticula quadrilha que planejava assaltar bancos em Pindobaçu e Jaguarari

Uma operação conjunta realizada na região do feijão sob comando de Dr Élvio Brandão e Dr Henrique Morais, coordenadores da 16ª e 14ª COORPIN’s respectivamente, conseguiu desarticular uma quadrilha de assalto a bancos que vinha agindo em vários municípios da região noroeste do estado.
Depois da prisão realizada no sábado pela Polícia Rodoviária Estadual na cidade de Morro do Chapéu de um dos membros do bando, identificado como Rômulo Silva dos Santos, que seria o macaqueiro do grupo, ou seja, a pessoa responsável pelo arrombamento em sí dos caixas eletrônicos, foi realizada uma mega operação que contou com agentes da 16ª Coorpin de Jacobina, , 14ª Coorpin de Irecê , Caesa, 7º BPM da cidade de Irecê ( CETO), Policía Militar e 4 ª Cia da PRE do Morro do Chapéu, com o apoio aéreo do GRAER, (Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia).
Enquanto as diretrizes da operação eram traçadas na tarde do último sábado no Morro, policiais conseguiram efetuadar a prisão de um mototaxi de Irecê, identificado como Reginaldo Gomes Ferreira, de 30 anos que teria vindo ao Morro do Chapéu com o objetivo de dar fuga a Rômulo, sem saber que o mesmo já havia sido preso. Rômulo inclusive já havia escapado de uma troca de tiros entre seu bando e uma guarnição da Caesa ocorrida na madrugada da sexta feira, logo após realizarem o arrombamento ao caixa eletrônico do Banco do Brasil que ficava nas dependências da prefeitura de Tapiramutá. Com as informações colhidas com os dois presos, o restante do grupo foi localizado em uma propriedade rural há cerca de 3 Km da cidade de Irecê às margens da BA-052 , próximo ao contorno de Presidente Dutra.

Na abordagem, que ocorreu as 1h30 da madrugada do domingo, 11, os bandidos, que estavam em número de três, reagiram a bala e tombaram em confronto com os policiais. Eles foram identificados como Romildo da Silva santos, conhecido como Nêgo do H.O. de 27 anos, natural de Salvador, (irmão do Rômulo que foi preso em Morro do Chapéu), Reni Rodrigues Lima, foragido de Barreiras, e Domingos Pereira Alves, natural de Caribé, Ba, de 58 anos , que segundo a polícia era quem dava cobertura ao grupo na propriedade rural. Seus corpos foram encaminhados para a IML de Irecê para os procedimentos legais. Foram apreendidos com o bando uma escopeta calibre 12, uma pistola .40 de origem da Polícia do estado de Sergipe, duas pistolas 380 mais munição, e uma motocicleta. Também foram recuperados R$ 1.980,00 proveniente do assalto ao caixa eletrônico de São José do Jacuípe. Com o bando estava mapa quen segundo a polícia, era usado para marcar o cronograma do crime. No mapa estavam apontadas não só as cidades que eles já haviam assaltado, como as que pretendiam assaltar à partir de Janeiro, dentre elas, Pindobaçu, Mairí, várzea da Roça e Jaguararí. Rômulo, que já tem várias passagens pela polícia em Salvador e Barreiras por tráfico de drogas e furto qualificado e também é foragido da delegacia de Barreiras, confessou não só a parcicipação do bando nos assaltos de São José e Tapiramutá, como nas ações em Cafarnaúm e Várzea da Roça. Os dois presos foram apresentados à imprensa no complexo policial de Jacobina onde encontram-se custodiados à disposição da Justiça. Fábio Ávila, coordenador do GACIF (Grupo de Repressão a crimes contra instituições Financeiras)em Juazeiro, veio a Jacobina acompanhar de perto o caso e parabenizou a operação , ressaltando que a criminalidade sofreu um duro golpe com o êxito desta ação conjunta que tirou de circulação mais um perigoso bando que vinha aterrorizando o interior do estado.

Emerson Rocha, Bahia Acontece.
Postar um comentário