Divulgue você também seu produto, sua empresa

Divulgue você também seu produto, sua empresa

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

RÁDIO ITAPICURU FM NO CENTRO DOS DEBATES

A Rádio Itapicuru FM, sediada no centro da cidade de Ponto Novo, tem estado no centro das discussões nos últimos dias pela postura tomada pelos seus jornalistas diante da situação política do município. Os protagonistas dos debates são os locutores Marcos Cleyton e Arnóbio Carneiro que apresentam os programas Rádio Cidadão e Itapicuru Notícias, respectivamente.

Os críticos e defensores questionam a posição desses locutores quando a política está em pauta na rádio. Para os primeiros, eles não assumem o papel de imparcialidade requerida pela profissão, para os últimos, são exemplos de boa fé. Na quiinta-feira (19/11), no programa Rádio Cidadão, uma ouvinte ligou indignada com o jornalista, acusando-o de má fé porque não permitia que as pessoas ligadas à situação participasse criticando a oposição. Marcos Cleyton rapidamente a interrompeu e disse que o tema do dia não era aquele, o que a deixou ainda mais irritada ao ponto de desligar o telefone. Concordando, ou não, quem estava ouvindo, pôde perceber que a última ouvinte "desceu o porrete" no prefeito e foi ouvida na íntegra sem interrupções, mesmo falando sobre o que não estava no tema.

Nos últimos anos, a rádio vem caindo de popularidade na região. A enquete lançada aqui (ao lado) mostra claramente essa situação, onde a Rádio Paiaiá FM de Saúde BA disputa voto a voto a preferência dos ouvintes. A Itapicuru FM está sendo alvo de uma comunidade no Orkut que denuncia a suposta irregularidade da emissora, na situação de rádio comunitária, e critica algumas situações ocorridas recentemente.

Observando o link do Ministério das Comunicações, disponibilizado na comunidade acima citada, observa-se as seguintes recomendações às rádios comunitárias: "Além disso, qualquer cidadão da comunidade beneficiada terá o direito de emitir opiniões sobre quaisquer assuntos abordados na programação da emissora, bem como manifestar idéias, propostas, sugestões, reclamações ou reivindicações."... "As prestadoras do Serviço de Radiodifusão Comunitária podem transmitir patrocínio sob a forma de apoio cultural, desde que restritos aos estabelecimentos situados na área da comunidade atendida."... "O Serviço de Radiodifusão Comunitária foi criado pela Lei 9.612, de 1998, regulamentada pelo Decreto 2.615 do mesmo ano. Trata-se de radiodifusão sonora, em freqüência modulada (FM), de baixa potência (25 Watts) e cobertura restrita a um raio de 1km a partir da antena transmissora.". Clique AQUI e leia mais detalhes de como deve ser uma rádio comunitária.

Os estabelecimentos comerciais são todos de Ponto Novo (localidade que deveria ser atendida)? A cobertura da rádio fica a apenas 1 km da antena transmissora ou abrange muito mais? Você acredita que essas denúncias do criador da comunidade no Orkut têm fundamento?

O blog Ponto Novo quer saber a sua opinião sobre esse assunto. Nada melhor do que você expor seu pensamento sobre o papel exercido por essa rádio diante da comunidade e dos fatos.

Nenhum comentário:

Top Seguidores

Related Posts with Thumbnails
EVENTOS, NOTÍCIAS, COBERTURAS E OPINIÃO COM IMPARCIALIDADE, QUE FAZEM DESTE SITE O MAIS ACESSADO DA CIDADE. RUMO AO TOPO NA REGIÃO! pontonovo.net@hotmail.com